quarta-feira, 3 de agosto de 2011

O Canteiro

As primeiras rosas
trazem as lembranças
que o seu perfume marcou.
Em cada pétala escondem-se
os segredos todos
de momentos ímpares.
Até os espinhos
cumprem sua parte.
Lembrando os dissabores

Nos canteiros da casa ao lado
há tanta história à ser contada.
Tanto da vida de tantos,...
Quisera ser o passarinho,
que carrega as fofocas entre uma
flor e outra,
feito indiscreto carteiro
vai e vem, vem e vai.
Nem se cansa! E assim,
todas as flores do bairro sabem de tudo.
Ou quase tudo, enfim,...
Que a verdade é bicho que não se permite
ser dividida sem que aumentem um cadinho
aqui ou ali,...

Um comentário:

Renata Salazar Plothow disse...

Mais um cantinho delicioso para visitar de vez em quando!(Borboletas adoram voar por canteiros floridos...rss)
Beijos!