quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

À Fada dos Versos

Reverso?
Anverso?
E por pensar
demais
eu me disperso.
Desconverso,
em devaneios
submerso.
Perdido em teu
universo.
Aprocurar em
teus detalhes,
a nascente,
dos meus
versos!

Um comentário:

MichelleM. disse...

Obrigado, por sua visita e comentário, para mim é um prazer e uma alegria recebe-lo...
Estou seguindo-te...

Abraços!!!